Administração tributária e recuperação de créditos

Administração tributária e recuperação de créditos-Advogados do Agro - Barbosa & Souza Neto - Advogados Associados

Compartilhe esta postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Barbosa & Souza Neto/ Advogados em Jataí - GO Especialistas em Direito do Agronegócio

Falta de administração tributária

O empreendedor brasileiro convive com a certeza de que parte do patrimônio e da renda construídos com tanto esforço serão entregues ao Estado para pagamento de impostos. Essa é uma difícil certeza que muito desanima.

No agronegócio não é diferente. O produtor trabalha de sol a sol, driblando dificuldades climáticas e negociais para constituir a sua renda e se depara com a necessidade de pagamento de Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Fundo rural), Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR), imposto de renda, Contribuição Sindical Rural, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), dentre outros que são pagos indiretamente.

Mas o maior problema não está na necessidade de pagar impostos, está na falta de conhecimento e gestão dos tributos a serem pagos. Tudo começa com a forma de negócio do produtor rural, a falta da divisão entre as finanças particulares e as finanças profissionais, passando à necessidade ou não de constituir uma empresa, para finalizar com a gestão dos tributos a serem pagos.

Em um primeiro momento, parece ser um mundo totalmente inatingível ao produtor, deixando tudo nas mãos do contador e fazendo o pagamento de tributos de forma automática, acreditando que tudo o que é necessário está em dia.

Mas é preciso que o produtor, como todo empresário, esteja a par do que está pagando e tenha um bom planejamento. Fazer uma boa administração dos tributos permitirá que o produtor economize e esteja em conformidade com a legislação, evitando qualquer empecilho ao pedir um custeio ou financiamento.

Pagar impostos pode deixar de ser algo caro e revoltante, para se tornar algo justo e proporcional, basta ter um bom planejamento e uma gestão tributária, feitos e acompanhados por um tributarista. Assim, o produtor pode trabalhar tranquilo e com a segurança de que o seu patrimônio está correto e seguro.

 

Texto por: Verônica de Assis Gori – OAB/GO 60.192

artigos relacionados

Assessoria em seguros-Advogados do Agro - Barbosa & Souza Neto - Advogados Associados
Publicações

Assessoria em seguros

O maquinário estragou e a seguradora negou a indenização do sinistro? O produtor rural que toma a cautela de proteger seus equipamentos agrícolas, por contrato

LEIA MAIS »
Scroll Up